Wanderlei confirma volta da jornada de 6h e lança programa para estimular viagens turísticas de servidores

0
44

Também foi anunciado um programa de benefícios que deve conceder descontos aos servidores em produtos e e serviços de empresas no estado. Medidas foram anunciadas em live do governo
Reprodução/Youtube
O Governo do Tocantins realizou uma live na internet para anunciar medidas relacionadas aos servidores públicos estaduais para os próximos dias. O evento foi em comemoração ao dia da categoria, comemorado nesta quinta-feira (28) e contou com a participação do governador em exercício Wanderlei Barbosa (Sem partido).
Entre as novidades, está a confirmação de que a jornada de trabalho voltará a ser de seis horas corridas a partir do dia 3 de novembro, a quarta-feira da semana que vem. Até lá, os serviços não essenciais estão em recesso por causa de dois pontos facultativos que foram decretados pelo governo e também por causa do feriado de Finados.
Foram anunciados ainda dois programas de benefícios para os servidores. O primeiro foi chamado de ‘Clube de Benefícios’, que pretende dar descontos para esta categoria em produtos e serviços de empresas cadastradas.
Ainda não há muitos detalhes sobre o funcionamento. Os gestores responsáveis disseram ter mais de 60 empresas cadastradas em 21 cidades e afirmaram esperar chegar a 200 até o fim de novembro. A contrapartida para as empresas participantes seria a divulgação das marcas em uma plataforma destinada aos mais de 50 mil servidores públicos do Estado.
O segundo programa de benefícios foi chamado de ‘Explora Tocantins’ e busca estimular viagens turísticas de servidores também através de descontos. Os funcionários terão ainda opções facilitadas de pagamento, podendo pedir desconto em folha de parcelas de empréstimos para realizar os passeios.
Pelo anuncio, o programa vale apenas para viagens realizadas dentro do território do Tocantins e seria uma forma de estimular a economia local. Não foi detalhado o funcionamento do programa ou a origem dos recursos para financiá-lo.
Sobre as progressões atrasada, o novo secretário da Fazenda, Jairo Mariano, disse ter um estudo em andamento. Ele afirmou que o governo não terá condições de pagar todos os benefícios, mas que derá um ‘passo inicial’ em breve. Durante a própria fala, o governador em exercício previu o inicio dos pagamentos para dezembro.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins