Polícia investiga morte de gatos por envenenamento na região central de Palmas

0
11

Nos últimos dias, pelo menos três gatos apareceram mortos na porta de residências na Arne 12, antiga 106 Norte. Moradores denunciam morte de gatos por envenenamento em bairro de Palmas
A Polícia Civil está investigando a morte de gatos por envenenamento na Arne 12, antiga quadra 106 Norte, em Palmas. Pelo menos três animais apareceram sem vida, na porta das residências, nos últimos dias.
Um dos gatinhos se chamava Raio. Ele vivia na casa da pastora Camila Castro, juntamente com mais quatro felinos: o Sol, a Lua, o Trovão e o Malibu.
“Ele amanheceu envenenado na porta da minha casa, nós sabemos que nessa quadra o índice de envenenamento é muito grande”, disse ela.
A pastora e outros moradores estão indignados com a matança de animais que vêm sendo registrada na região. Isso porque os gatinhos são muito queridos pelas famílias.
“Eu sou uma pessoa apaixonada por gatos, eu comecei a gostar de gatos porque minha filha mais velha resgatou um em situação de rua e eu fui me apaixonando”, relembrou.
Gatinho é morto por envenenamento em bairro de Palmas
Reprodução/TV Anhanguera
O morador Oscar Terezan Dias também ficou triste ao encontrar a gatinha Nina morta na porta da casa de uma vizinha. “Eu encontrei ela morta às 7h da manhã aqui na minha vizinha. É envenenamento porque ela estava bem inchada”.
A neuropsicopedagoga, Monique Wermuth Figueiras, mora na quadra há anos. Ela relata que nos últimos anos muitos felinos perderam a vida por causa da maldade humana.
“Morreram bem mais de 30 animais, a gente já perdeu até a conta de quantos animais foram mortos, quantos boletins de ocorrência nós já registramos e até agora nada. Agora, ele [suspeito das mortes] está tão seguro das suas ações que joga veneno dentro dos lotes das pessoas”, disse.
O advogado Sebastiao Donizete explicou que a punição para quem comete o crime de maus tratos a animais ficou mais severa. “O crime de maus tratos a animais tem uma pena de prisão que foi aumentada em 2020. São dois a cinco anos de prisão para quem for flagrado cometendo crime de maus tratos contra cães e gatos. A pena pode ser aumentada em um terço no caso da morte do animal”.
A Polícia Civil disse, em nota, que está investigando a morte dos animais da 106 Norte. Se novos fatos vierem a ocorrer, a orientação é que os moradores procurem a polícia para denunciar.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins