Palmas terá 10 unidades de saúde exclusivas para vacinação de crianças

0
6

Prefeita publicou primeiras informações sobre a vacinação infantil em uma rede social. Após receberem as doses, crianças deverão ficar nas Unidades de Saúde por alguns minutos para acompanhamento. Primeiro lote de vacinas pediátricas contra a Covid chega ao Tocantins
Mariana Ferreira/Secretaria Estadual de Saúde
A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), publicou nesta sexta-feira (14) as primeiras informações sobre como será feita a vacinação contra Covid-19 em crianças. Segundo ela, serão reservadas 10 unidades de saúde exclusivas para vacinar o público de 5 a 11 anos.
O primeiro lote de vacina pediátricas da Pfizer chegou ao Tocantins na manhã desta sexta-feira (14). São 10,7 mil doses que serão dividas entre os 139 municípios e aplicadas em grupos prioritários. A vacinação deve começar na próxima semana.
LEIA TAMBÉM
Primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 para crianças chega a Palmas
PERGUNTAS E RESPOSTAS: como será a vacinação de crianças de 5 a 11 anos
Em Palmas a vacinação será feita mediante agendamento pela internet. Em uma rede social, a prefeita afirmou que o plano de vacinação do município está pronto e aguarda liberação das doses pelo governo estadual.
“Temos como público alvo 29.259 crianças entre 5 e 11 anos de idade. Reservamos 10 unidades de saúde exclusivamente para vacinação e acompanhamento dos nossos pequenos. O agendamento está disponível no VacinaJá. Não vamos perder tempo”, publicou.
Informações foram postadas no tuiter
Reprodução/TV Anhanguera
Apesar da informação publicada pela prefeita, o agendamento da vacina ainda não aparece disponível para o público de 5 a 11 anos, até as 16h desta sexta-feira (14).
Cinthia Ribeiro também afirmou que após a vacinação as crianças deverão ficar por um tempo na unidade de saúde.
“Não é recomendado vacinação das crianças fora das unidades de saúde, por isso eventos drive thru, em escolas ou campanhas específicas estão suspensos. É recomendado a criança permanecer 15 min na UBS após a vacina e não tomar nenhum outro imunizante em 15 dias”, explicou.
Vacinação infantil
Veja como vai funcionar a vacinação de crianças contra Covid
De acordo com o governo federal, a vacinação infantil ocorrerá da seguinte forma:
Em ordem decrescente de idade (das crianças mais velhas para as mais novas), com prioridade para quem tem comorbidade ou deficiência permanente e para crianças quilombolas e indígenas;
Sem necessidade de autorização por escrito, desde que pai, mãe ou responsável acompanhe a criança no momento da vacinação;
Com intervalo de oito semanas – um prazo maior que o previsto na bula, de três semanas.
A vacina para crianças de 5 a 11 anos tem diferenças em relação à aplicada em adolescentes e adultos. Por isso, o governo federal adquiriu uma versão específica do produto com dosagens e frascos diferentes (foto acima), apesar de o princípio ativo ser o mesmo.
A mesma autorização de uso já foi concedida pelo FDA e pela EMA (agências regulatórias de saúde dos Estados Unidos e União Europeia).
Em outubro de 2021, a Pfizer disse que a vacina é segura e mais de 90,7% eficaz na prevenção de infecções em crianças de 5 a 11 anos. O estudo acompanhou 2.268 crianças de 5 a 11 anos que receberam duas doses da vacina ou placebo, com três semanas de intervalo.
Frascos da vacina da Pfizer em versão pediátrica (laranja) e a partir dos 12 anos (roxa)
Tobias Schwarz/AFP
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins