Governo diz que 85% dos servidores da rede estadual da educação tomaram 1ª dose da Covid no TO

0
1

Aulas na rede estadual devem ser retomadas no dia 2 de agosto. Estado disse que formato híbrido ou remoto vai depender dos decretos que estão em vigor em cada município. Segundo governo, 85% dos profissionais da educação da rede estadual tomava vacina contar Covid
Raiza Milhomem/Prefeitura de Palmas
Mais de 15 mil profissionais da rede estadual da educação se vacinaram com a primeira dose da vacina contra a Covid. O governo estadual informou que esse número representa 85% dos cerca de 18,4 mil profissionais que atuam na rede.
As aulas do segundo semestre estão previstas para começar no dia 2 de agosto, nas escolas da rede estadual. O governo autorizou, por meio de um decreto publicado em maio, a realização das aulas no formato híbrido e com revezamento de 50% das turmas.
O retorno, no entanto, está condicionado a decretos municipais que permitam aulas presenciais. Em municípios onde existem decretos em vigência, suspendendo atividades presenciais nas escolas, os estudantes continuarão realizando as atividades não presenciais, por meio dos roteiros de estudos, disse.
Na última terça-feira, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu, em pronunciamento, o retorno às aulas presenciais em todo o país. “Quero neste momento conclamá-los ao retorno às aulas presenciais. O Brasil não pode continuar com as escolas fechadas gerando impacto negativo nestas e nas futuras gerações”, disse.
No dia seguinte, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também defendeu o retorno das aulas presenciais no Brasil. Ele afirmou que uma portaria interministerial sobre o tema deverá ser publicada até a próxima semana.
Questionado se o momento é seguro para a reabertura das escolas, uma vez que nem todos os professores foram vacinados, Queiroga respondeu que as aulas já deveriam ter voltado e que 80% dos professores receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, apesar de a vacinação “não ser exigência”.
O G1 pediu um posicionamento do governo sobre a declaração dos ministros, mas o Estado não se manifestou.
Sobre a vacinação dos alunos, o governo respondeu que a vacinação de adolescentes menores de 18 anos não está autorizada pelo Plano Nacional de Imunizações, o qual o Governo do Tocantins segue para a vacinação de sua população. Tão logo a faixa-etária seja incluída, a imunização desse grupo deverá ser iniciada, disse.
A prefeitura da capital apenas disse que o retorno das aulas na rede municipal será em formato híbrido, no dia 3 de agosto. “Cabe ressaltar que o município de Palmas possui o melhor plano de retomada das aulas entre as capitais do país”, garantiu.
O município também ressaltou que a primeira dose da vacina da Covid-19 já foi administrada nos profissionais da educação municipal e que os imunizantes continuam disponíveis nas Unidades de Saúde da Família para aqueles que, por motivos variados, ainda não tenham se vacinado.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins