Arsenal é apreendido em operação que investiga comércio ilegal de armas de fogo

0
10

Operação da Polícia Civil cumpriu mandados de busca e fez prisões em Araguaína. Agentes apreenderam diversas armas e caixas de munição. Arsenal foi apreendido pela Polícia Civil
PC/Divulgação
Um arsenal de armas e munições foi apreendido durante uma operação da Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (3) em Araguaína, no norte do Tocantins. A investigação apura o suposto comércio ilegal de armas de fogo e entre os investigados está um sargento da Polícia Militar, que foi detido.
📱 Participe do canal do g1 TO no WhatsApp e receba as notícias no celular.
A operação, realizada pela Delegacia de Repressão a Roubos (DRR – Araguaína), foi chamada de Clandestino. Ao todo, 14 pessoas foram levadas para a delegacia e pelo menos quatro foram presas.
O g1 e a TV Anhanguera apuraram que as buscas foram feitas em clubes de tiro que pertencem ao policial militar, entre outros endereços. O PM foi detido.
Dentre os alvos investigados também há um empresário e um agente administrativo do sistema penal. O g1 pediu posicionamento para a Polícia Militar e Secretaria de Cidadania e Justiça, responsável pelo sistema penal.
Investigação
A Polícia Civil apurou que os envolvidos estavam promovendo o comércio ilegal de armas de fogo. Eles supostamente faziam boletins de ocorrência alegando o furto de armas e munições.
Depois, esse material era vendido no mercado paralelo.
Foram apreendidas armas de grosso calibre, pistolas, espingardas e centenas várias caixas de munições.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins